Ao explorar a correspondência entre alterações da paisagem e a inserção da arte, associando-a à sensibilização de uma estrutura perceptiva, a arquitetura expositiva busca estabelecer uma espécie de desvio quanto à apreensão das transformações ocorridas em determinado contexto. 

Apropriando-se de um processo (o da percepção), para suscitar a revelação do já existente e permitir sair à luz outras tantas realidades encobertas. 


Morfologia da arquitetura expositiva 
Para o conceito geral da arquitetura expositiva do festival valongo 2018 elaboramos suportes vazados, mastros e planos flutuantes. Em todas as propostas espacializamos as obras e trabalhamos de forma integrada ao espaço, revelando as estruturas existentes. 

Sustentabilidade
Pensando a arquitetura efêmera de um acontecimento de 4 dias, escolhemos estruturas de andaimes prontas, acrescentamos a essas estruturas suportes customizados utilizando a mesma tecnologia.
Os suportes de madeira sem seladores facilitam a reutilização do material. Os bancos foram doados ao teatro Guarani da cidade de Santos.


Ficha Técnca:

Idealização e direção geral: Thamyres matarozzi
Curadoria e direção criativa: Diane Lima
Coordenação curatorial e acompanhamento de pesquisa: Tarcisio Almeida
Projeto expografico: Bijari
Colaboração e execução expografia: Leo Ceolin Estúdio.