Um homem chega sozinho numa rotatória.

A rotatória pra ele simboliza o mundo e nela, ele construirá um universo abstrato com ossos de animais de tamanhos desproporcionais.

Sua relação com estes objetos será o mote de desenvolvimento da performance, inspirado nas imagens do artista plástico Slinkachu no livro “Little People in The City”

"Colando as partes
Recriando o mundo explodido
A criança no pós guerra
Tentando reorganizar o mundo
E
Criando um bicho novo
Estruturas e combinações impensadas
O animal de trezentas costelas
Gaiola óssea
Onde dentro brinca um homem
Como num parque de diversões".

Patrícia Gifford


Ficha Técnica

Direção e dramaturgia: Rogério Tarifa
Coreografia e interpretação: Jorge Garcia
Cenografia: La Tintota
Figurino: João Pimenta
Trilha sonora: Ramiro Murillo
Registro Fotográfico: Silvia Machado
Design gráfico: Sonaly Macedo
Produção Executiva: Bufa Produções – Aline Grisa
Duração: 50 min
Classificação: Livre