Durante os encontros de compartilhamento da pesquisa para a exposição Performatividade | Memória, uns dos textos que me interessou retomar foi No Interior do Cubo Branco - A ideologia do espaço da arte de Brian O’Doherty. As análises deste autor possibilitaram pensar a experiência do visitante como corpo-olho em fluxo dentro de um espaço de arte. 

A exposição precisava de uma expografia, que comunicasse as pesquisas curatoriais, na medida em que essas foram o centro de gravidade do qual irradiou toda a arquitetura de relações com os artistas e com os arquivos do paço. Ao mesmo tempo, o espaço expositivo não podia ser fechado em si mesmo, criando um muro pesado demais para essas relações. A expografia tinha que ser porosa para dialogar com o espaço e os artistas convidados para atualizar experiências que já tinham acontecido no Paço das Artes. Nos diagramas desenhado pelas curadoras, esse núcleo foi tomando forma, primeiro como um quadrado, na sequência, como um círculo que tornou-se o ponto de referência, ressonância e articulação das informações visuais e camadas de registro dos arquivos.

No levantamento fotográfico e análise da planta do local, observa-se um elemento muito forte na configuração das linhas de força do espaço: as vigas que sustentam o teto são construídas no formato de “ X”, que demandava tratar o espaço da exposição como um site specific, dialogando com a arquitetura do lugar.

A partir desta percepção, o quadrado e o círculo tornaram-se um objeto arquitetônico octogonal e suspenso: um gabinete de pesquisa que trabalha dentro e fora ao mesmo tempo.

O caráter processual que emanava pela pesquisa curatorial e, por efeito, na exposição era outro aspecto relevante no projeto. A processualidade levou a escolha de materiais não totalmente acabados, também em processo, apresentados despojadamente, uma matéria que pode ser reaproveitada, trazendo continuidade e transformação.


Ficha técnica:

Curadoria: Ananda Carvalho, Christine Mello e Josy Panão 
Ações performativas: claudio Bueno, Daniela Mattos, Denise Agassi e Paula Garcia 
Ações curatoriais: João Índio, Roberto Campadello e Arquivo Paço da Artes 
Consultoria Curatorial: Marcos Morais 
Consultoria e Projeto Expográfico: Leo Ceolin 
Design Gráfico: João Simões 
Marcenaria e montagem:  Marcelo Mossmann